Informativo

// Inovações em cadeia

24/04/2018 00:00hs

Inovações em cadeia

Por Elisabete Queiroz*

Pelo artigo anterior podemos deduzir que empresário não é sinônimo de empreendedor. A principal diferença do empreendedor é a busca incessante pela inovação. Vimos também que, por isso mesmo, todo empresário pode se tornar empreendedor.

Em termos negociais, Joseph Schumpeter, um dos estudiosos mais influentes da inovação, descreve cinco tipos diferentes de inovações.

O primeiro tipo são as inovações de produtos, o segundo tipo são as inovações de processos, o terceiro refere-se a abertura de novos mercados, o quarto tipo as inovações que são novas frentes de oferta de matérias primas e o último, e quinto tipo, são novas estruturas de mercado.

Vamos imaginar que falamos em inovações de produtos e processos, onde vão ocorrer as mais importantes inovações tecnológicas, tais como as melhorias  relacionadas à novas fontes de recursos naturais, como por exemplo, o aproveitamento da energia solar. 

Hoje nós verificamos uma corrida pela criação de novas energias sustentáveis e a utilização da energia solar em que novas fontes de recursos naturais ajudam a criar inovações tecnológicas mais sustentáveis. Estas inovações se desdobram em vários níveis, gerando outras inovações correlatas ou consequentes.

Observa-se que, para ocorrerem as inovações em produtos e processos, várias mudanças tecnológicas vão atuar em dois níveis: na criação de novos produtos, ou na  geração de novos processos, ou seja, quaisquer das mudanças terão impacto direto na criação de valor ao cliente.

Negocialmente, porém, o mais importante é que, nos dois casos, apenas haverá inovação se houver mercado para os novos produtos ou serviços, caso contrário terá ocorrido uma descoberta científica que não configurará umainovação tecnológica do ponto de vista econômico. Isso é muito importante!

Por isso, recomenda-se pensar nas inovações que gerem valor de mercado. No caso exemplificado, uma alternativa que pode ser assertiva é a valiosa contribuição das ferramentas de marketing, para a implementação de novas estratégias, conceito eficaz que garante mudanças significativas na estética, no desenho, ou na embalagem dos produtos, por exemplo.

É isso que vai dando forma e modelando o seu negócio. Empresas do mundo inteiro estão em busca de inovação como forma de sobrevivência. Isso determina atitude na forma de agir: Planejar para inovar.

E você, o que acha disso?

*Pedagoga, especialista em Didática e em Dinâmica de Grupos, é mestre em Administração de Empresas pela Universidade Extremadura (Espanha) e fundadora da Travessia Desenvolvimento Organizacional.

 

Contato

R. Ten. Eulálio Guerra, 846 - Araes,
Cuiabá - MT, 78045-065 | (65) 3052-0959

Localização